Os Movimentos de Renovação Política e a Promoção da Participação da Mulher

Autores

  • Níkolas Reis Moraes dos Santos Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), Santa Catarina
  • Vanessa de Ramos Keller Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.53323/resenhaeleitoral.v23i1.34

Palavras-chave:

Democracia, Participação feminina, Renovação política

Resumo

Este artigo é resultado de pesquisa bibliográfica, de colheita e tratamento de dados, e de estudo de casos em que se buscou tratar os dados e as informações identificados nas literaturas histórica, sociológica, política e jurídica local, nacional e internacional, bem como em indicadores e informações oficiais, tendo como Norte a participação da mulher no processo eleitoral, e a dimensão da impor- tância das instituições, enquanto movimentos de renovação política, especialmente a RAPS, a Fundação Lemann e o RenovaBR, na promoção de tal participação, do que se concluiu que é preciso estimular tais movimentos suprapartidários que já alcançam resultados re- levantes. Utilizou-se, para tanto, da técnica do referente e aplicou-se o método indutivo.

Biografia do Autor

Níkolas Reis Moraes dos Santos , Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), Santa Catarina

Graduado em Direito pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), no ano de 2006. Mestre em Gestão de Políticas Públicas pela mesma instituição, no ano de 2015. Doutorando em Ciências Jurídicas pelo PPCJ-UNIVALI. Advogado e político, é, ainda, membro de organizações como a RAPS e a Fundação Lemann.

Vanessa de Ramos Keller , Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), Santa Catarina

Graduada em Administração Pública pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), no ano de 2009. Graduada em Direito pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), no ano de 2012. Mestranda em Ciências Jurídicas pelo PPCJ-UNIVALI. Servidora do Ministério Público de Santa Catarina.

Referências

ABRANCHES, Sérgio Henrique Hudson de. A Era do Imprevisto: a grande transição do século XXI. 1. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.

_______Polarização radicalizada e ruptura eleitoral. Em ABRANCHES, Sérgio Henrique Hudson de. et al. Democracia em risco?: 22 ensaios sobre o Brasil de hoje. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

_______Presidencialismo de Coalizão: raízes e evolução do modelo político brasileiro. 1ª edição. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

BARROS, Celso Rocha de. Uma história de dois azares e um impeachment. Em ABRANCHES, Sérgio Henrique Hudson de. Et al. Democracia em risco?: 22 ensaios sobre o Brasil de hoje. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

BIROLI, Flávia Millena; MIGUEL, Luis Felipe. Feminismo e política. São Paulo: Boitempo Editorial. Edição do Kindle, 2014.

BOBBIO, Norberto. A Era dos Direitos. (trad.) Carlos Nelson Coutinho. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004, p. 190.

CASTELLS, Manuel. Ruptura: a crise da democracia liberal. (trad.) Joana Angélica d´Ávila Melo. 1. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2018.

D´AVILA, Luiz Felipe. 10 mandamentos: do país que somos para o Brasil que queremos. 1. ed. Rio de Janeiro: Topbooks, 2017.

DIAMOND, Larry. O Espírito da Democracia: a luta pela construção de sociedades livres em todo o mundo. (trad.) Marcelo Oliveira da Silva. 1. ed. Curitiba: Instituto Atuação, 2015.

DOMINGUES, Petrônio. Democracia e Autoritarismo: entre o racismo e o antirracismo. Em ABRANCHES, Sérgio Henrique Hudson de. Et al. Democracia em risco?: 22 ensaios sobre o Brasil de hoje. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

ESMERALDINO, Herval Ângelo. A história do legislativo: 1860-2012. Itajaí: Câmara de Vereadores de Itajaí, 2012.

FUKUYAMA, Francis. Why Democracy is Performing So Poorly. Jornal of Democracy, Volume 26, no 1. National Endowment for Democracy and the Johns Hopkins University Press, Janeiro de 2015.

GOHN, Maria da Glória. Mulheres – atrizes dos movimentos sociais: relações político culturais e debate teórico no processo democrático. Política & Sociedade, no 11, outubro de 2007. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/politica/article/view/1255/1200. Acesso em: 19 jul.2019.

HARARI, Yhuval Noah. 21 lições para o século XXI. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

LEMOS, Ronaldo. Diante da realidade, seis ficções epistemológicas. Em ABRANCHES, Sérgio Henrique Hudson de. Et al. Democracia em risco?: 22 ensaios sobre o Brasil de hoje. São Paulo: Companhia das Letras, p. 196, 2019.

LEVITSKY, Steven; ZIBLATT, Daniel. Como as democracias morrem. (trad.) Renato Aguiar. 1. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2018.

MELO, Hildete Pereira de; THOMÉ, Débora. Mulheres e poder: histórias, ideias e indicadores. Rio de Janeiro: FGV a. Edição do Kindle, 2018.

MORIN, Edgar. As grandes questões do nosso tempo. Tradução de Adelino Santos Rodrigues. 6. ed. Lisboa: Notícias Editorial, 1999.

MOUNK, Yacha. O povo contra a democracia: por que nossa liberdade corre perigo e como salvá-la. Tradução de Cássio de Arantes Leite e Débora Landsberg. 1. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

ONU, Mulheres e Parlamento Latino-Americano e Caribenho. Marco Normativo para Consolidar a Democracia Paritária. Disponível em: http://www.onumulheres.org.br/wp-content/uploads/2018/06/Marco-Normativo-Democracia-Paritaria_FINAL.pdf. Acesso em: 19 jul. 2019.

ONU, Mulheres e Parlamento Latino-Americano e Caribenho. Nota Sobre Democracia Paritária. Disponível em: http://www.onumulheres.org.br/wp-content/uploads/2018/06/Nota_Democracia-Paritaria_FINAL.pdf.Acesso em: 19 jul. 2019.

PASSOLD, César Luiz. Metodologia da Pesquisa Jurídica: teoria e prática.13. ed. Florianópolis: Conceito editorial, 2015.

PUTNAN. Robert David. Jogando boliche sozinho: colapso e ressurgimento da coletividade americana. (trad.) Marcelo Oliveira Silva. 1. ed. Curitiba: Instituto Atuação, 2015.

RODRIGUES JUNIOR, Álvaro. Liberdade de Expressão e Liberdade de Informação. Curitiba: Juruá. 2008.

SISK, Timoth. Democracia em nível local: manual de participação, representação, gestão de conflito e governança do Internacional IDEA. (trad.) Patrícia Helena Rubens Pallu. 1. ed. Curitiba: Instituto Atuação, 2015.

_______ www.agoramovimento.com Acesso em: 20 jul. 2019.

_______www.cvi.sc.gov.br. Acesso em: 19 jul. 2019.

_______www.eusoulivres.org. Acesso em: 20 jul. 2019.

_______www.fundacaolemann.org. Acesso em: 20 jul. 2019.

_______www.gabinetona.org. Acesso em: 20 jul. 2019.

_______www.politize.com.br. Acesso em: 20 jul. 2019.

_______www.raps.org.br. Acesso em: 20 jul. 2019.

_______www.renovabr.org. Acesso em: 20 jul. 2019.

_______www.transparenciapartidaria.org. Acesso em: 20 jul. 2019.

Downloads

Publicado

2021-06-15

Como Citar

MORAES DOS SANTOS , N. R. .; KELLER , V. de R. . Os Movimentos de Renovação Política e a Promoção da Participação da Mulher. Resenha Eleitoral, Florianopolis, SC, v. 23, n. 1, p. 89–108, 2021. DOI: 10.53323/resenhaeleitoral.v23i1.34. Disponível em: https://revistaresenha.emnuvens.com.br/revista/article/view/34. Acesso em: 19 jun. 2024.

Edição

Seção

Resenha Científica