Eleições Municipais 2012 e 2016 e a Sub-Representação Feminina: A Influência de Fatores Político-Institucionais
PDF

Palavras-chave

Mulher e política
Sub-representação feminina
Eleições municipais Women and politics
Female underrepresentation
Local elections

Como Citar

PEREIRA, A. da S. .; SOUZA , C. A. da S. .; OLIVEIRA , C. L. P. . Eleições Municipais 2012 e 2016 e a Sub-Representação Feminina: A Influência de Fatores Político-Institucionais. Resenha Eleitoral, Florianopolis, SC, v. 25, n. 00, p. e0128, 2021. DOI: 10.53323/resenhaeleitoral.v25i1.128. Disponível em: https://revistaresenha.emnuvens.com.br/revista/article/view/128. Acesso em: 29 fev. 2024.

Resumo

Este artigo apresenta como objeto de investigação a eleição de mulheres para as Câmaras Municipais, partindo da evidência que as mulheres estão sub-representadas em cargos legislativos. Especificamente, a pesquisa procurou relacionar a dificuldade das mulheres em acessar as arenas decisórias a partir de duas variáveis constantes da literatura: a magnitude dos distritos e a ideologia partidária. A partir da utilização de uma metodologia de correlação, o teste das hipóteses indicou que a magnitude não apresenta capacidade explicativa suficiente para explicar a baixa eleição de mulheres no território brasileiro. Por outro lado, o estudo procurou verificar a relação entre a eleição de mulheres e as diferenças ideológicas entre as agremiações partidárias, no entanto, os resultados apresentados não encontraram grandes variações nas eleições de mulheres em relação à dimensão ideológica das candidaturas.

https://doi.org/10.53323/resenhaeleitoral.v25i1.128
PDF

Referências

AMES, B. O Congresso e a política orçamentária no Brasil durante o período pluripartidário. Dados – Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 29, n. 2, 1986.

AVELAR, L.; LIMA, F. D. Lentas mudanças: o voto e a política tradicional. Lua Nova, n. 49, p. 195-223, 2000.

AVELAR, L. Mulheres na elite política brasileira. São Paulo: Fundação Kon¬rad Adenauer; Editora da Unesp, 2001.

AYRES, M. Elementos de bioestatística: a seiva do açaizeiro. 2. ed. Tefé, AM: Instituto Mamirauá, 2012.

BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. Feminismo e política: uma introdução. São Paulo: Boitempo, 2014.

BOBBIO, N. Direita e esquerda: razões e significados de uma distinção política. São Paulo: Editora da Unesp, 2011.

BOHN, S. R. Mulher para presidente? gênero e política da perspectiva dos eleitores brasileiros. Opinião Pública, Campinas, v. 14, n. 2, p. 352-379, 2008.

BOHN, S. R. Mulheres brasileiras na disputa do legislativo municipal. Perspectivas: Revista de Ciências Sociais, v. 35, 2010.

BRASIL. IBGE. Censo Demográfico, 2010. Disponível em: www.ibge.gov.br. Acesso em: 12 dez. 2018.

BUSSAB, W. O.; MORETTIN, P. A. Estatística básica. São Paulo: Saraiva, 2010.

BRAGA, M. S. S.; PIMENTEL JÚNIOR, J. Estrutura e organização partidária municipal nas eleições de 2012. Cadernos ADENAUER, v. 2, p. 13-36, 2013.

CARREIRÃO, Y. S. Ideologia e partidos políticos: um estudo sobre coligações em Santa Catarina. Opinião Pública, Campinas, v. 12, n. 1, abr./maio 2006.

CALLEGARI-JACQUES, S. M. Bioestatística: princípios e aplicações. Porto Alegre: Artmed, 2009.

MEIRELES, F.; ANDRADE, L. V. R. Magnitude eleitoral e representação de mulheres nos municípios brasileiros. Revista de Sociologia e Política, Curitiba, v. 25, n. 63, p. 79-101, set. 2017. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/rsp/issue/view/2422. Acesso em: 7 nov. 2018.

MOISÉS, J. Á.; SANCHEZ, B. R. Representação política das mulheres e qualidade da democracia: o caso do Brasil. In: MOISÉS, J. Á. (org.). O Congresso Nacional, os partidos políticos e o sistema de integridade: representação, participação e controle institucional no Brasil contemporâneo. Rio de Janeiro: Konrad Adenauer Stiftung, 2014. p. 89-115.

NICOLAU, J. M. Multipartidarismo e democracia: um estudo sobre o sistema partidário brasileiro (1985-1994). Rio de Janeiro: Fundação Getulio Vargas, 1996.

NICOLAU, J. M. O efeito dos sistemas eleitorais sobre o sistema partidário no Brasil. Minas Gerais. In: XVIII ENCONTRO ANUAL DA ANPOCS, Caxambu, 1994. Anais... Disponível no link: https://www.anpocs.com/index.php/encontros/papers/18-encontro-anual-da-anpocs/gt-17/gt06-4/7427-jaironicolau-partidos/file. Acesso em: 26 dez. 2019.

NICOLAU, J. M. Sistemas eleitorais. 5. ed., v. 1. Rio de Janeiro: FGV, 2004.

PEREIRA, L. C. B. Por um partido democrático de esquerda e contemporâneo. Lua Nova: Revista de Cultura e Política, n. 39, p. 53-71, 1997.

PONCELA, A. M. F. Hombres, mujeres y política: una mirada desde la opinión pública y sus protagonistas. México: UNAM, 1997.

PEIXOTO, V.; GOULART, N.; SILVA, G. Os partidos políticos e as mulheres: a sub-representação eleitoral feminina nas eleições proporcionais de 2012. Almanaque de Ciência Política, Vitória, v. 1, n. 1, p. 15-29, jan. 2017. Disponível em: http://www.periodicos.ufes.br/almanaque/article/view/16038. Acesso em: 8 nov. 2018.

PAIVA, D. Mulheres, política e poder. v. 1. Goiânia: Cânone, 2011. ISBN 978-85-8058-002-0.

RODRIGUES, A. Eleições de 2006 no Brasil: a difícil conquista de mandatos eletivos por mulheres. Brasília: CFEMEA, nov. 2006. Disponível em: http://www.cfemea.org.br/temasedados/detalhes.asp?IDTemasDados=166. Acesso em: 12 mar. 2019.

RIBEIRO, E. A. Cultura política e gênero no Brasil: estudo exploratório sobre as bases da sub-representação feminina. In: BAQUERO, M. (org.). Cultura(s) política(s) e democracia no século XXI na América Latina. Porto Alegre: Ed. da UFRGS, 2011.

SENADO FEDERAL (org.). Mulheres na Política. v. 1. Brasília: Senado Federal, 2014.

SPOHR, A. P.; MAGLIA, C.; MACHADO, G.; OLIVEIRA, J. O. Participação política de mulheres na América Latina: o impacto de cotas e de lista fechada. Rev. Estud. Fem. [online], v. 24, n. 2, p. 417-441, 2016. ISSN 0104-026X. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1805-9584-2016v24n2p417.

SACCHET, T. Partidos políticos e (sub) representação feminina: um estudo sobre recrutamento legislativo e financiamento de campanhas. In: PAIVA, D. (org.). Mulheres, poder e política. Goiânia: Cânone, 2012. p. 159-186.

TAVARES, J. A. G. Sistemas eleitorais nas democracias contemporâneas: teoria, instituições, estratégia. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 1994.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Prof. Ms. , Prof. Dr. , Prof. Dr.